SEGUIDORES

OBRIGADA POR SEGUIREM ESTE BLOG

domingo, 15 de maio de 2011

CHAMADO PARA REAVIVAMENTO


Há poucos dias, voltei do concílio anual da Associação Geral, nos Estados Unidos, onde a cada ano se reúnem mais de 300 líderes, pastores e membros, representando a Igreja em todo o mundo. Este foi o primeiro concílio dirigido pelo novo presidente, pastorTed Wilson.
Aqueles que acompanharam a eleição e as primeiras palavras do pastor Wilson, no fim do mês de junho em Atlanta, lembram que ele foi muito claro em definir suas convicções. Sua visão apresentava a necessidade de levar a Igreja a um movimento de reavivamentoreforma, buscando o Espírito Santo e a chuva serôdia. Ele também reafirmou a importância e aprofundarmos o estudo da Bíblia, a oração e aconfiança nos escritos inspirados de Ellen G. White. E, ao final, destacou a necessidade de mantermos a visão do povo remanescente, que se preparadiariamente para a volta de Jesus e cumpre a missão, preparando outras pessoas para terem essa mesma esperança.
Quando cheguei ao concilio anual, fiquei positivamente surpreso ao ver que suas palavras e sua visão, no momento da eleição, se tornaram a pauta para todo o andamento das reuniões. Ele liderou um movimento de comunhão, oração e reavivamento que uniu os servidores da sede mundial da Igreja e os participantes das reuniões. O tempo separado para as atividades espirituais foi maior do que o dos encontros anteriores. As mensagens espirituais foram intensas, profundas e apelativas, e todos foram envolvidos em momentos de oração e testemunho. Tudo aconteceu em um clima de equilíbrio, mas também de profundidade.
Como participante, pude sentir o quanto preciso crescer em minha caminhada com Deus. Observei também a reação dos representantes das diferentes regiões do mundo e de nossa delegação sul-americana. Foi impressionante ver como todos abriram o coração e aceitaram o desafio de uma vida espiritual mais intensa. Ao final, tive o claro sentimento de que a Igreja está iniciando um novo momento, aguardado e profetizado por Deus. Um momento de unidade e ação integrada.
Quero desafiar você a priorizar este movimento. É um chamado mundial, mas também pessoal, que Deus está fazendo a Seu povo: “Um reavivamento da verdadeira piedade entre nós, eis a maior e a mais urgente de todas as nossas necessidades. Buscá-lo, deve ser nossa primeira ocupação” (Ellen G. White, Mensagens Escolhidas, v. 1, p. 121). Você pode fazer isso de diferentes maneiras, mas na América do Sul, a Jornada Espiritual tem sido o principal caminho para esse despertar espiritual, e queremos intensificá-la ainda mais. Nosso sonho é ver cada membro, líder e pastor colocando como prioridade sua busca a Deus na primeira hora de cada dia, buscando o batismo do Espírito Santo e experimentando o reavivamento prometido. O conselho inspirado é claro: “Consagrai-vos a Deus pela manhã; fazei disto vossa primeira tarefa. Seja vossa oração: Toma-me, Senhor, para ser Teu inteiramente. Aos Teus pés deponho todos os meus projetos. Usa-me hoje em Teu serviço.” (Ellen G. White, Caminho a Cristo, p. 70).
Quando este reavivamento aconteceu na igreja cristã primitiva, os discípulos, “pondo de parte todas as divergências, todo o desejo de supremacia, uniram-se em íntima comunhão cristã. [...] Compreendiam que o evangelho devia ser proclamado ao mundo, e reclamavam o poder que Cristo prometera” (Atos dos Apóstolos, p. 37). “Mediante a cooperação do Espírito divino, os apóstolos fizeram uma obra que abalou o mundo. O evangelho foi levado a todas as nações numa única geração” (Ibid., p. 593).
Veja como o despertamentoreavivamento reforma geram uma reação imediata de unidade e compromisso com a missão. Foi assim com a igreja primitiva. Mas isso vai acontecer de maneira ainda maior em nossos dias, na chuva serôdia. “Antes de os juízos finais de Deus caírem sobre a Terra, haverá, entre o povo do Senhor, tal avivamento da primitiva piedade como não fora testemunhado desde os tempos apostólicos. O Espírito e o poder de Deus serão derramados sobre Seus filhos […] a fim de preparar um povo para a segunda vinda do Senhor” (Ellen White, O Grande Conflito, p. 464).

Por favor, participe deste reavivamento, intensificando sua vida de comunhão e busca pelo Espírito Santo, mas também aprofundando seu compromisso com a missão de preparar um povo para o encontro com o Senhor.

Erton Köhler é presidente da Divisão Sul-Americana.
Artigo publicado na revista Adventista – Novembro 2010

Nenhum comentário:

Postar um comentário