SEGUIDORES

OBRIGADA POR SEGUIREM ESTE BLOG

terça-feira, 17 de maio de 2011

O PERFIL DO VERDADEIRO OBREIRO



O RAIO-X DA PALAVRA REVELA OS DEFEITOS DO OBREIRO:

A perfeição física requerida dos Sacerdotes no Velho Pacto é reflexo daquilo que Deus exige hoje no Novo Pacto.  




Era uma condição irrevogável da parte de Deus para o sacerdócio, pois do contrário profanaria o Santuário (Lv 21.17-23). O termo bíblico para “perfeito” (grego, teleios) - significa: completo, maduro, o que alcança o seu propósito, integridade moral e espiritual, ou seja, um estado habitual de pureza, para exercer suas tarefas. Vejamos as exigências de Deus:


1. Cego: A ausência de uma boa e saudável visão deixará a povo sem direção divina, pois toda visão bíblica vai acompanhada pela Palavra de Deus que anuncia a soberana vontade divina, seja em circunstâncias do momento ou para o futuro (Gn 15.1; 1 Sm 3.1).



2. Coxo: Caminhar de forma desigual, manquejar, coxear, ou completa paralisia, também significa andar com altos e baixos, ausência de firmeza na fé. As decisões devem ser aplicadas sem titubear, para que o inimigo não encontre brechas para atuar (Mt 14.29; Mt 5.37).



3. Nariz chato: Muito cuidado para não entrar em questões alheias, na vida particular de alguém, sem que sejas convidado para tal. Criticar, murmurar e intrometer-se na liderança significa “nariz chato”, também resulta em dificuldades para respirar (orar), sentir cheiro (falta de discernimento do pecado) (2 Tm 2.23; Jo 12.4-7).



4. Membros demasiados compridos: Quando temos mais que o necessário, sobras que prejudicam, pois ante todas as coisas é necessário que avaliemos a nós mesmos, porque às vezes parece que temos mais do que na verdade podemos como o excesso de ambição, santidade, espiritualidade, humildade (Jo 6.12).

5. Pé quebrado: Dificuldade para caminhar, andar descompassado, compostura desequilibrada, é o perigo de andar com mentiras, hipocrisia, desonestidade, inconstância, comportamento indigno ante Deus para ministrar no Santuário (Hb 12.13; 1 Tm 3.8).

6. Mão quebrada: Compreende desde a munheca até extremidade dos dedos, cujas funções são essenciais para cuidar do bem estar do corpo. É o obreiro que nunca estende “a mão” para auxiliar o próximo. (Hb 12.12; At 3.7).

7. Corcunda: encurvado, curvatura anômala e visível do espinhaço ou peito ou ambos. Não transferir responsabilidades significa ficar encurvado debaixo de tantas tarefas e o peso das responsabilidades podem afetar a vida espiritual e emocional (Ec 12.3b; Jo 4.35).



8. Anão: Pessoas mui pequenas. Diminutivo de sua espécie. Ausência de crescimento normal. Servirá de tropeço e problemas, nunca verá o mais alto de Deus. Terá sempre sentimentos de complexo de inferioridade, sentimento de baixa estima (Lc 19.3; Ef 4.15).



9. Defeito no olho: Mancha embranquecida da córnea transparente que dificulta a visão. Fora de foco. Catarata, miopia espiritual. Problemas que obscurecem ou encobrem a visão do ministro, vê tudo distorcido, só defeito nada de virtudes (1 Sm 3.2; Is 6.1).



10. Sarna: enfermidade cutânea visível e de aspecto repulsivo que provoca intensa coceira e pode ser contagiosa. A sarna espiritual da murmuração, critica e fofoca pode contagiar, contaminar aqueles que não vigiam. O sarnento tem que ficar fora do arraial do Senhor (Hb 12.15; Dn 1.8).



11. Impigem: Quando o rosto está manchado. Doença cutânea. Metaforicamente, cara em muitas ocasiões é sinônimo de presença e faz referência à vida psíquica ou a determinado estado de ânimo. A cara é o espelho do coração. Com o semblante decaído não poderemos servir o Senhor da glória (Pv 17.24; 2 Cr 3.18).



12. Testículo mutilado: Capacidade reprodutora ineficaz. Significa ausência completa de filhos espirituais. A ausência de evangelismo e missões produzirá esterilidade espiritual. Era humilhante na sociedade oriental tal problema, inclusive os tais eram considerados amaldiçoados (Gn 18.11; 30.1,2).




Pr. Antônio Gilberto nos trouxe este estudo em Cordovil
http://www.basemissionaria.com.br 

Nenhum comentário:

Postar um comentário