SEGUIDORES

OBRIGADA POR SEGUIREM ESTE BLOG

sexta-feira, 8 de abril de 2011

BRAD PITT DIZ QUE O EGO DE DEUS FOI SUA PEDRA DE TROPEÇO!




Em uma entrevista de 2007 para Parade, o ator Brad Pitt descreve como ele tropeçou, assim como CS Lewis e Michael Prowse e Reece Erik, no ego de Deus. Pitt foi criado em um lar batista conservador. Por um tempo, sua visão de religião funcionou. Mas não por muito tempo. Brad Pitt diz que:


"A religião funciona. Eu sei que há conforto lá, uma almofada para aparar a queda. É algo que ajuda a explicar o mundo e dizer-lhe que há algo maior que você, e que vai ficar tudo bem no final. Ela funciona porque é confortante. Eu cresci acreditando nela, e ele funcionou para mim, mas não durou."

Por que não? Ele aponta para o ego de Deus como sendo sua pedra de tropeço.

"Eu não entendi essa ideia de um Deus que diz: "Você tem que reconhecer a mim. Você tem que dizer que eu sou o melhor, e então eu vou dar-lhe eterna felicidade." Parecia ser sobre ego. Eu não posso ver Deus operando a partir do ego, por isso não fazia sentido para mim.”

Então é isso novamente. 
Deus é infinitamente sábio, justo, santo, forte e bom. Mas o mandamento de Deus que diz que devemos vê-lo pelo que ele é, e ser feliz com isso, é a razão que fez Brad Pitt se afastar e achar Deus incompreensível. O caráter de Deus sempre tem sido o principal problema para que alguns acreditem. 



Existe uma resposta para a aparente ego mania de Deus, e a sua exigência de que nós o aceitemos como valor supremo, e como maior tesouro do universo: 

Razão # 1 - Ele é extremamente valioso e extremamente gratificante. 
Razão # 2 - Recebendo-o tal como ele é, é a única maneira de encontrar completa e eterna alegria. 
Razão # 3 - Assim, sua exigência para que nós o adoremos é uma ato de amor, não ego mania. 

Ore pelos milhares de Brad Pitts para que eles vejam que a exigência de adoração, que Deus faz, é uma demanda que nós apreciamos o que é extremamente agradável.

Nenhum comentário:

Postar um comentário